segunda, 25 agosto 2014 11:45

Investe Jovem

Este programa de incentivo à criação de novas empresas destina-se a jovens entre os 18 e os 29 anos (inclusive) inscritos como desempregados e que possuam uma ideia de negócio viável, bem como formação adequada ao mesmo. As novas empresas não podem ter iniciado a atividade até à data da candidatura.

O Investe Jovem atribui 3 tipos de apoio ao empreendedorismo:

  • Apoio financeiro ao investimento;
  • Apoio financeiro à criação do próprio emprego dos promotores;
  • Apoio técnico na área do empreendedorismo para reforço de competências e para a estruturação e consolidação do projeto, prestado pelo IEFP.

O investimento total deve variar entre 2,5 IAS (1.048,05€) e 100 IAS (41.922,00€) e tem de ser executado em 6 meses a partir da disponibilização do apoio ao investimento. Não é apoiada a compra de capital social, nem de imóveis, nem a construção de edifícios.

Este apoio só pode financiar fundo de maneio até 50% do investimento elegível, com o máximo de 5 IAS (2.096,10€).

O apoio ao investimento tem a natureza de empréstimo sem juros, num montante até 75% do investimento elegível. As condições deste empréstimo são:

  • Para investimentos entre 2,5 IAS (1.048,05€) e 10 IAS (4.192,20€):
    • Período de diferimento (carência de capital) de 6 meses, a contar da data da contratualização do apoio;
    • Reembolso nos 18 meses imediatamente subsequentes ao término do período de diferimento/carência;
  • Para investimentos superiores a 10 IAS (4.192,20€) e até 50 IAS (20.961,00€):
    • Período de carência de 12 meses, a contar da data da contratualização;
    • Reembolso nos 36 meses imediatamente subsequentes;
  • Para investimentos superiores a 50 IAS (20.961,00€) e até 100 IAS (41.922,00€):
    • Período de carência de 12 meses, a contar da data da contratualização;
    • Reembolso nos 48 meses imediatamente subsequentes.

Relativamente ao apoio à contratação, trata-se de um subsídio a fundo perdido até 6 IAS (2.515,32€) por destinatário promotor que crie o seu posto de trabalho a tempo inteiro e até ao limite de 4 postos de trabalho apoiados. A criação destes postos de trabalho deve ser realizada até 6 meses a partir da disponibilização do apoio.

Menu Incentivos