terça, 24 novembro 2015 18:12

COOPJOVEM

Objetivo:

Promover a constituição, por jovens, de novas cooperativas que integrem no máximo nove cooperadores ou novas cooperativas agrícolas, com o limite máximo de nove jovens agricultores, ou uma nova secção em cooperativas agrícolas já existentes, que tenham até 10 trabalhadores.

Destinatários:

Jovens entre os 18 e 29 anos que possuam, pelo menos, o nível 2 de qualificação (6º ano do ensino básico) e que sejam considerados jovens NEET, ou seja, não estudam, não trabalham e não se encontram em formação.

Apoios:

  1. Bolsa COOPJOVEM – pelo período mínimo de 2 meses e até ao máxima de 6 meses, os destinatários têm direito a uma bolsa no valor mensal máximo de:
  • 1,65 vezes o IAS (691,71€) para jovens com nível 6 ou superior de qualificação
  • 1,30 vezes o IAS (544,99€) para jovens com nível 3, 4 ou 5 de qualificação
  • 1 IAS (419,22€) para jovens com o nível 2 de qualificação

A atribuição da bolsa exige a dedicação exclusiva dos jovens à concretização do projeto.

  2.   Apoio técnico – assegurado pela CASES, consiste em:

    1. Sessões de orientação e acompanhamento dos empreendedores cooperativos;
    2. Formação em áreas de gestão para os destinatários que não a possuam e que será complementada por sessões de trabalho temáticas de desenvolvimento de competências, partilha de ideias entre os empreendedores cooperativos e de apresentação de boas práticas de cooperativas já existentes;

        c.  Acompanhamento na construção, desenvolvimento e amadurecimento colaborativo da ideia de negócio e do projeto cooperativo e na              implementação da cooperativa.

  3.   Apoio à criação e instalação da cooperativa – apoio financeiro, não reembolsável, até 15.000€, pelo prazo de um ano. Pode ser usado para financiar fundo de maneio até 30% do investimento elegível. Apoio sujeito ao regime de “auxílios minimis”.

  4.   Acesso à linha de crédito bonificado MICROINVEST - http://www.sibec.pt/incentivos/incentivos-financeiros/paecpe/paecpe

Os projetos devem verificar a criação líquida de, pelo menos, um posto de trabalho na nova cooperativa ou cooperativa já existente, a manter durante, pelo menos 3 anos.

Menu Incentivos